• Asonet Ocupacional

O que é Governança Corporativa?

Atualizado: Out 8

Uma prática muito utilizada atualmente pelas empresas é a governança corporativa. Provavelmente você já ouviu falar em algum artigo, video ou até mesmo em seu ambiente de trabalho. Mas, você sabe o que se trata?

Este conjunto de práticas para administração de um negócio tornaram-se totalmente necessários para avaliar riscos e retorno de investimentos. A Governança Corporativa gera credibilidade as empresas já que lida com a transparência do negócio, contribuindo para a captação de recursos. Então, neste post, vamos explicar um pouco mais sobre este conceito que surgiu nos Estados Unidos a alguns anos.

O que é e como funciona? 

Segundo o IBGC podemos definir a “Governança Corporativa como o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas”. E mais, “as boas práticas de Governança Corporativa convertem princípios básicos em recomendações objetivas, alinhando interesses com a finalidade de preservar e otimizar o valor econômico de longo prazo da organização, facilitando seu acesso a recursos e contribuindo para a qualidade da gestão da organização, sua longevidade e o bem comum”.

Em outras palavras, a governança corporativa é um conjunto de boas práticas para a melhoria da credibilidade da empresa perante as partes interessadas (investidores, acionistas, fornecedores, colaboradores, etc.) da empresa. Sua base está na transparência, melhorando o crescimento econômico. Ela colocará a casa em ordem.

A governança corporativa escreve diversas regras que, em conjunto, dão sentido ao negócio. Com elas, é possível proporcionar autonomia, agilidade e principalmente transparência a qualquer tipo de negócio. Com ela é possível aprimorar os processos administrativos e organizar todos os processos da empresa como definir responsáveis de determinadas áreas ou como elaborar um documento, por exemplo. Ela consegue ir mais além, abrangendo decisões estratégicas, resolvendo até mesmo impasses entre a diretoria.

Os 4 princípios básicos

A governança corporativa segue 4 princípios básicos:

  1. Transparência: Busca apresentar as partes interessadas as informações que são de seu interesse e não apenas aquelas impostas por legislação ou regulamentos;

  2. Equidade: Visa um tratamento igual a todos, levando em conta seus interesses, deveres, necessidades e expectativas;

  3. Prestação de contas (accountability): Os agentes de governança precisam prestar suas contas de forma clara e concisa, buscando sempre um trabalho transparente;

  4. Responsabilidade corporativa: Os agentes de governança devem zelar pela viabilidade econômico-financeira das organizações, reduzir as externalidades negativas de seus negócios e suas operações e aumentar as positivas, levando em consideração, no seu modelo de negócios, os diversos capitais (financeiro, manufaturado, intelectual, humano, social, ambiental, reputacional, etc.) no curto, médio e longo prazo.

Por que aplicar a Governança Corporativa na minha empresa?  

Com a governança, todos os processos internos ficarão mais transparentes e a empresa como um todo só tem a ganhar. É essencial organizar internamente para entregar um produto/serviço de qualidade.

Então, por mais que essas práticas demandem tempo, é importante focar em todos os benefícios que ela gera. Tenha em mente que padronizar é sempre positivo e mantém a empresa andando nos trilhos.

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social

©2020 - Por Asonet Ocupacional