• Asonet Ocupacional

Chega de dor nas costas. Veja os sintomas e tratamento

Atualizado: Out 8

Dor nas costas é um problema que afeta diversas pessoas. Acredita-se que. cerca de 80% das pessoas terão pelo menos um episódio de dor nas costas durante sua vida. Uma pesquisa realizada nos Estado Unidos notou que, 5% dos motivos que levam um adulto a procurar atendimento médico é dor nas costas.

Além de afetar a qualidade de vida, ela pode gerar um grande impacto socioeconômico já que que é uma das principais – isso se não é a principal- causa de afastamentos do trabalho.

Mas, você sabia que a dor nas costas é considerada uma doença? O nome é lombalgia. Então, veja mais informações sobre a doença e também, algumas maneiras de evita-la.

O que é lombalgia? 

A lombalgia é uma dor localizada no inferior das costas, que corresponde ao segmento lombar da coluna vertebral, também conhecida como lumbago. Em alguns casos, esta dor pode irradiar-se para as pernas, passando a se chamar lombociatalgia, popularmente chamada de “dor no ciático”.

Quais as causas?

A dor nas costas pode ser causada por problemas na musculatura paravertebral, nas facetas articulares ou no disco intervertebral. Traduzindo, a musculatura paravertebral são articulações situadas na parte posteruor das costas e o disco intervertebral está situado na parte anterior das costas. A lombalgia normalmente é causada por uma hérnia do disco intervertebral.

Nesses casos, ocorre uma compressão do nervo causada pela hérnia. Isso causa a irradiação da dor para a perna. Existem alguns fatores que antecipam ou agravam a degeneração da coluna vertebral que, por consequência, podem causar a lombalgia são:problemas de postura, obesidade, trabalho braçal, traumatismos, entre outros.

Tratamento 

O tratamento envolve o uso de medicamentos, como analgésicos e anti-inflamatórios, além de fisioterapia. O tratamento recuperativo é importantíssimo para prevenir novos quadros de dor.

Durante a fisioterapia, será realizado um trabalho multidisciplinar. Nele será realizada uma reeducação postural, fortalecimento muscular, hidroterapia, acupuntura,  acompanhamento psicológico principalmente para casos de dores crônicas, e readaptação profissional. Em alguns casos, a cirurgia poderá ser necessária.

Prevenção

Para se prevenir, é necessário evitar o sedentarismo, a obesidade e principalmente, estejam cientes dos problemas na coluna que sua atividade profissional pode causar. Em caso de qualquer dor intensa, procure um profissional.

Fonte: Portal Terra – Doutíssima



0 visualização

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social

©2020 - Por Asonet Ocupacional